Blog

Realização é VIDA

Uma saída para mulheres que têm filhos, é se aventurar no empreendedorismo. Essa é uma tendência que vem crescendo nos últimos anos, elas buscam mais flexibilidade e tempo para cuidar e educar a criança.

Além da possibilidade de fazer o que realmente sente prazer, se organizar trabalhando em casa e deixar de lado a sensação de sobrecarga. Esses são entre outros motivos o que muitas mães empreendedoras preferem fazer para desempenhar os dois papéis, atuando junto na grande peça da vida.

Esse é o caso da Ana Paula Faria, formada em Contabilidade e pós-graduada em Gestão Empresarial. Uma mulher que sempre trabalhou em empresas multinacionais, mas quando seu filho nasceu em 2017, ela percebeu que não estava sendo cem por cento profissional e nem mesmo mãe. 

Ana Paula

Em sua licença maternidade, teve um estalo para abrir a própria empresa na área de gestão contábil e financeira, pensando em ajudar pequenos empresários a cuidarem dos seus negócios com todas as ferramentas disponíveis para empresas de grande porte. 

“Foi em 2018, que comecei criando meu plano de negócios, marca, logotipo e conheci a Adriana Coyado através de uma live no instagram. Ali tive a certeza de que eu precisava de ajuda para definir minha empresa, e foi um divisor de águas. Consegui me enxergar como empreendedora e mãe ao mesmo tempo, essa seria minha profissão”, explica a contadora.

Ana quis conhecer mais sobre tudo que a Adriana falava e logo se encantou com seu curso Bora Empreender e se inscreveu para começar logo a formalizar seu negócio e decidir quais passos iria dar nesta jornada. 

“Foram dez encontros fantásticos, que me ajudaram a ter autoconhecimento sobre mim e sobre o meu negócio, e eu não imaginava que era preciso me cuidar, para fazer com que minha empresa se desenvolvesse. A Adriana trata os assuntos  com tanta leveza, e ao mesmo com tanta convicção, que me fez enxergar coisas  que estavam guardadas lá no fundo, dentro de mim. Além disso tudo, ainda pude me conectar com outras mulheres que estavam nesta fase empreendedora, igual a mim. Foi esplêndido perceber que eu não estava sozinha nesta jornada. São mulheres, como eu, que estão dispostas a ajudar umas as outras a desenvolverem os seus negócios, a entender as dificuldades e as dores e ainda, mergulhar junto nos desafios e conquistas alcançadas por cada uma de nós”, conta Ana Paula.

Explica que ainda hoje, ela entende como foi fundamental descobrir o seu propósito, e potencializar suas qualidades, corrigir falhas e se empoderar da sua verdade. 

O empreendedorismo é um caminho que pode ser trilhado dia após dia. “Com o programa aprendi que posso sim ter dias ruins e está tudo bem. Pensar que dias melhores virão, e ter ainda um grupo onde posso compartilhar minhas dificuldades e minhas vitórias. Ter uma rede de apoio nos fortalece e nos encoraja a continuar sempre, não importa as pedras no caminho”. 

Depois desta caminhada, Ana tem seguido com sua empresa, onde ajuda pequenos empreendedores a crescerem através da gestão contábil e financeira. Para ela é preciso que tudo esteja alinhado para que a empresa cresça e dê frutos. “Descobri ainda que meu propósito também está em apoiar o empreendedorismo feminino, e tirei do papel um projeto lindo de networking para mulheres, um café empreendedor, onde estou caminhando para a terceira edição e muitas conexões já foram feitas através deste projeto. Fico imensamente feliz com mais esse passo que dei na minha vida”, finaliza a especialista em contabilidade e consultora financeira. 

Com toda essa transformação, Ana passou a indicar a mentora Adriana para todas as mulheres com quem ela conversa, mulheres que assim como ela querem mudar suas vidas e achar um norte que realmente faça sentido. Mulheres que buscam ser capazes de se redescobrirem no lado pessoal e profissional, com autoconhecimento, encontrando o seu propósito e a sua verdade!